EVENTOS

8ª CONFERÊNCIA FORGES

AGOSTO, 2019

9ª CONFERÊNCIA FORGES

MODALIDADES DE INSCRIÇÃO E DATAS IMPORTANTES

  • 9ª Conferência FORGES:

20,21 e 22 de novembro de 2019.

  • Submissão de resumos de comunicações das Sessões Paralelas:

Até 6 de Setembro de 2019.

  • Notificação da aceitação de comunicações para Sessões Paralelas:

 Até  27  de Setembro de 2019.

  • Envio do texto final para publicação nas Atas:

Até  18 de Outubro de 2019.

O papel da Garantia da Qualidade na Gestão do Ensino Superior:
desafios, desenvolvimentos e tendências
Instituto Politécnico de Lisboa
Lisboa, Portugal
28, 29 e 30 de Novembro de 2018
 
PROGRAMA GERAL
 
COMISSÃO CIENTÍFICA
 
LIVRO DE ATAS
 
LISTA DE APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES
 

 

SESSÕES PARARELAS

EIXO 1 – A Avaliação e a Melhoria da Qualidade. O contributo dos Sistemas de Avaliação Nacionais e Internacionais.

1. Adriana Almeida Sales de Melo – AGÊNCIAS DE AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL E EM PORTUGAL E A AUTONOMIA UNIVERSITÁRIA.

2. Andréia Mainard CONTRI; Bruna SINIGAGLIA; Marilia Basilio PUGLIA; Carla Rosane da Silva Tavares ALVES; Sirlei de Lourdes LAUXEN – AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL: A ANÁLISE DO DESEMPENHO DOS ESTUDANTES COMO INDICADO DA QUALIDADE DAS INSTITUIÇÕES.

3. Antonio Vico Mañas; Luiz Fernando Gomes Pinto; Maria José Coelho – UMA ANÁLISE DOS SISTEMAS DE AVALIAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) NO BRASIL E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM.

4. Bento Rupia Júnior; Bendita Donaciano Lopes – OS DESAFIOS DA AVALIAÇÃO EXTERNA NA MELHORIA DA QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR EM MOÇAMBIQUE.

5. David Arenas Carmona; Janete Rosa da Fonseca; Ana Lúcia Gomes da Silva; Egeslaine de Nez; Marcelo Macedo Costa – A AVALIAÇÃO E A MELHORIA DA QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR: UM ESTUDO DE CINCO REGIÕES BRASILEIRAS.

6. Diana Dias; Catarina Augusto; Ana Lebre; Ricardo Carvalho – GESTÃO ESTRATÉGICA DA QUALIDADE NO ENSINO SUPERIOR GLOBALIZADO: DA CONFORMIDADE DAS NORMAS À INOVAÇÃO DE PROCESSOS.

7. Francisco Gilson Rebouças Porto Junior – ESTADO DA ARTE DAS PRODUÇÕES ACADÊMICAS SOBRE O PROCESSO DE BOLONHA EM ESPANHA E PORTUGAL.

8. Francisco Miguel MARTINS; Rita Maria DOS REIS DE MORAIS – O CONTRIBUTO DOS SISTEMAS DE AVALIAÇÃO (INTER)NACIONAIS: UM ESTUDO DE CASO DA UNIVERSIDADE NACIONAL TIMOR LOROSA’E.

9. GIONARA TAUCHEN; Daniele Simões Borges; Neusiane Chaves de Souza; Leonardo Lisboa Pereira – AVALIAÇÃO EXTERNA E AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL: EXPERIÊNCIAS E PERCEPÇÕES.

10. Giovana Fernanda Justino Bruschi; Alam de Oliveira Casartelli – A ARTICULAÇÃO ENTRE AUTOAVALIAÇÃO E PLANEJAMENTO EM UNIVERSIDADES DO SUL DO BRASIL: RETRATOS DE GESTÃO E MELHORIA DA QUALIDADE ARTICULAÇÃO ENTRE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO.

11. Ivanete da Rosa Silva de Oliveira; Júlio César de Almeida Nobre – PRODUÇÃO DO CONCEITO DE QUALIDADE DE ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: ANALISANDO ALGUMAS REPERCUSSÕES DO ENADE.

12. João Carlos Leiria Gando; Maria da Conceição Barbosa Mendes – AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NO ENSINO SUPERIOR EM ANGOLA: UMA PERSPECTIVA DE HARMONIZAÇÃO?

13. Maria das Graças Gonçalves Vieira Guerra, Lourdes Maria Rodrigues Cavalcanti, Osiran Felício de Lima – DESAFIOS DO SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR (SINAES) PARA O CRESCIMENTO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS.

14. Maria das Graças Gonçalves Vieira Guerra, Wagner Leite Ribeiro – O SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR (SINAES) NO BRASIL: ANÁLISE NA PERSPECTIVA DA QUALIDADE.  

15. Lourdes Maria Rodrigues Cavalcanti, Maria das Graças Gonçalves Vieira Guerra – A REFORMA DO ESTADO BRASILEIRO: DO REGULATÓRIO AO AVALIADOR COMO PRECURSOR DA CRIAÇÃO DO SINAES.

16. Regiane Helena Bertagna; Mara Regian Lemes de Sordi – QUALIDADE SOCIAL NA EDUCAÇÃO: DIÁLOGOS COM A PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA E AGENCIAMENTO DE ENTENDIMENTOS PROGRESSISTAS PARA PROCESSOS DE AVALIAÇÃO EMANCIPATÓRIOS.

17. Sérgio Roberto Kieling Franco; Cintia Lisiane da Silva Renz; Jaqueline Molon – A PERMANÊNCIA DOS ESTUDANTES COMO FATOR DE QUALIDADE DOS CURSOS SUPERIORES E O SISTEMA BRASILEIRO DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR: OS LIMITES DOS INSTRUMENTOS.

18. Vitor Guimarães Morais; Jorge Luiz Lordêlo de Sales Ribeiro  – A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA.

 

 

EIXO 2 – O Desenvolvimento do Ensino Superior e os Desafios da Avaliação e Melhoria da Qualidade

1. Adília Gaspar; José Miguel Aragão Celestino Soares – FACTORES INFLUENCIADORES NA ESCOLHA DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR: O CASO DE ANGOLA.

2. Adriana Valéria Santos Diniz; Maria da Salete Barboza de Farias; Edineide Mesquita Jezine; Swamy de Paula Lima Soares; Alcivam Paulo de Oliveira – EXPANSÃO E ORGANIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR NA PARAÍBA E SUA DIMENSÃO INSTITUCIONAL.

3. Ana Cristina da Silva Rodrigues; Maurício Aires Vieira – AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR: DESAFIOS E COMPROMISSOS DA GESTÃO NO PROCESSO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL.

4. Ana Sofia Rodrigues; Maria Filipa Mourão; Carla Faria; Marlene Ferraz; Alice Bastos; Olga Silva – DO INGRESSO AO ABANDONO ACADÉMICO: CASO IPVC.

5. André Rodrigues Guimarães; Fabiola Bouth Grello Kato; Laurimar de Matos Farias – TRABALHO DOCENTE NA EXPANSÃO PRIVADO-MERCANTIL DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL, NA REGIÃO NORTE E NO ESTADO DO PARÁ: 1997-2016.

6. Andrea Mara Ribeiro da Silva Vieira – MUDANÇA NOS PROCESSOS AVALIATIVOS PARA A EDUCAÇÃO CIENTÍFICA DE QUALIDADE.

7. Carla Queiroz – GARANTIA DA QUALIDADE NO ENSINO SUPERIOR, ENGAJAMENTO DOS ESTUDANTES E LIBERDADE EPISTÊMICA. UMA ANÁLISE COM BASE NA TEORIA SOCIAL CRÍTICA DE MICHAEL FOUCAULT.

8. Christiano Coelho; Ana Carolina Kruta de Araújo Bispo; Ana Lúcia de Araújo Lima Coelho; Renata Paes de Barros Câmara – FATORES IMPACTANTES NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE SERVIDORES PÚBLICOS: O CASO DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR, BRASIL.

9. Daniela Cunha Terto; Allan Solano Souza – A TITULAÇÃO DOCENTE NO IFRN E OS DESAFIOS PARA O CUMPRIMENTO DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (2014-2024).

10. Eugenia F.R. Cossa; Vicente L. Buque e Cassamo I. C. Premugy – DESAFIOS DE NORMAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR EM MOÇAMBIQUE E SUAS IMPLICAÇÕES NA QUALIDADE DE ENSINO.

11. Geralda Terezinha Ramos; Maria Neusa de Lima Pereira – O PROCESSO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NOS INSTITUTOS FEDERAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA: DESAFIO E POSSIBILIDADES.

12. Guilherme Franco Miranda; Julian Silveira Diogo de Ávila Fontoura – A EDUCAÇÃO DO CAMPO E A PERSPECTIVA DA QUALIDADE: UM LEVANTAMENTO DA PRODUÇÃO RECENTE.

13. Helder Jorge Pinheiro Pita; Ana Cristina Perdigão; Nádia Paixão; Carla Brito; Telma Fróis – O PROCESSO DE AUTOAVALIAÇÃO DO DESEMPENHO PEDAGÓGICO NAS UNIDADES ORGÂNICAS DO IPL.

14. Iveti Caetano; Maria de Lourdes Machado-Taylor; Angela de Pelegrin Ansuj; Angela Dullius – O CRESCIMENTO DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO E OS DESAFIOS DA QUALIDADE.

15. José dos Santos Souza; Jussara Marques de Macedo – OFENSIVA DO CAPITAL NA GESTÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA: O AJUSTE INJUSTO DO BANCO MUNDIAL PARA O BRASIL.

16. Jusciney Carvalho Santana; Lana Lisiêr Palmeira; Edna Cristina do Prado – EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS E ENSINO JURÍDICO: UMA ANÁLISE DOS CURRÍCULOS DOS CURSOS DE DIREITO NO ESTADO DE ALAGOAS.

17. Lenita Almeida Amaral – EXPANSÃO UNIVERSITÁRIA: AMPLIAÇÃO OU REPOSIÇÃO DA FORÇA DE TRABALHO NA UFPE?

18. Luis Miguel Trigueiros da Silva Cunha – SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA LICENCIATURA DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO IPM: UMA ABORDAGEM PDCA.

19. Marcelo Ximenes A. Bizerril – A EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS E SUA POTENCIAL CONTRIBUIÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DO PAÍS.

20. Margarida Saraiva; António Ramos Pires – CONTROLO, GARANTIA E GESTÃO DA QUALIDADE EM INSTITUIÇÕES PORTUGUESAS DE ENSINO SUPERIOR.

21. Maria da Conceição Barbosa Mendes – CARREIRA UNIVERSITÁRIA: NOVA FISIONOMIA DA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE?

22. Maria dos Reis Camelo; Malinália Inês Rocha Marcião; Jefferson Emilio Maciel da Silva; Roneuane Grazielle da Gama Araújo – DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM EM CALCULO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR EM MANAUS/AMAZONAS – CURSOS DE ENGENHARIA, QUÍMICA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.

23. Marlene Rodrigues; Gisele Caroline Nascimento dos Santos – VISÃO DOCENTE SOBRE O PAPEL DA GESTÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO PROCESSO DE INCLUSÃO DE ESTUDANTES PÚBLICO-ALVO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL.

24. Nataniel da Vera Cruz Gonçalves Araujo; Anderson Fabrício Andrade Brasil; Antonivaldo de Jesus; Cícero da Silva – O ENLACE ENTRE A EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL E A EaD: 2006 A 2016.

25. Rodrigo Teixeira Lourenço; Helena Gonçalves; Ana Rolo – MODELO DE APRENDIZAGEM BASEADA NA AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS COMO GARANTIA DA QUALIDADE DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO.

26. Tuca Manuel – A QUALIDADE COMO EVOCAÇÃO E A REGULAMENTAÇÃO COMO IMAGEM DOS ACTORES.

27. Zuleide S. Silveira – INTEGRAÇÃO SUL-AMERICANA, ACREDITAÇÃO E REGULAÇÃO DE CURSOS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR.

 

EIXO 3 – Boas Práticas para a Melhoria da Qualidade das Instituições de Ensino Superior

1. Adelina Alexandra Carlos Pio de Kandingi – A INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES E A CONSTRUÇÃO DE COMPETÊNCIAS PARA A PESQUISA. PERCEPÇÕES DOS LICENCIADOS EM ENSINO DE PEDAGOGIA DO ISCED DE LUANDA.

2. Adolfo Ignacio Calderón – DOUTORADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO: TENDENCIAS EM UNIVERSIDADES COM ELEVADO DESEMPENHO EM LOS RANKINGS ACADÊMICOS INTERNACIONAIS.

3. Adolfo Ignacio Calderón – TENDÊNCIAS DOS RANKINGS ACADÊMICOS DE ABRANGÊNCIA NACIONAL DE PAÍSES DO ESPAÇO IBERO-AMERICANO.

4. Adriana dos Santos Reis Lemos; Paulo César de Jesus Di Lauro; Antônio Oscar Santos Góes – INICIAÇÃO À PESQUISA NA GRADUAÇÃO: CONTRIBUTOS PARA A FORMAÇÃO DISCENTE.

5. Ana Carolina Medeiros – CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO PROFISSIONAL DO DOCENTE EM ADMINISTRAÇÃO NOS INSTITUTOS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO.

6. Ana Carolina Medeiros; José Ricardo Costa de Mendonça; Pollyanna Pessoa de Lima –  COMPETÊNCIAS DOS PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO E A QUALIDADE NOS CURSOS SUPERIORES.

7. Ana Luísa Rodrigues; Tomás Patrocínio – NOVAS METODOLOGIAS DE ENSINO, AVALIAÇÃO E APRENDIZAGEM NA QUALIDADE DA FORMAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR.

8. Ana Paula Tuavanje Elias – O ENSINO SUPERIOR E SEUS DESAFIOS NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE QUADROS ATRAVÉS DA POLÍTICA DE ATRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO.

9. Ana Rolo; Rui Alves – LABORATÓRIOS DE APRENDIZAGEM COMO ESTRUTURAS PROMOTORAS DA QUALIDADE NA ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL: ESCE – IPS.

10. Ana Rolo; Helena Gonçalves; Fernando Almeida; Cláudia Rosado – A PROMOÇÃO DO SUCESSO ACADÉMICO NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL: O PROGRAMA DE APOIO AO ESTUDANTE FINALISTA (PAEF).

11. Anderson Fabrício Andrade Brasil; Cícero da Silva – A PRIMEIRA LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO COM HABILITAÇÃO EM MÚSICA DO BRASIL: REFLEXÕES E PONDERAÇÕES.

12. Angelina Lopes Luís Aguiares Ngungui – VISITA DE ESTUDO AO MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA DE BENGUELA (MNAB): O DESPERTAR DE CONSCIÊNCIA DOS ESTUDANTES DOS 4º ANOS DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA DO ISCED-BENGUELA.

13. António Augusto Baptista Rodrigues –  BOAS PRÁTICAS PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR – O CASO DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA.

14. Antônio Oscar Santos Góes; Adriana dos Santos Reis Lemos; Maria Josefina Vervolet Fontes; Almeciano Jóse Maia Júnior; José Ricardo Silva Santos – UM LUGAR SILENCIOSO NAS UNIVERSIDADES: a ordem do inverso na deontologia dos docentes.

15. Antonio Vico Mañas; Fabíola Andrea Chofard Adami – AMBIENTES DE APRENDIZAGENS EM EAD – BLENDED-LEARNING E O CONCEITO DE QUALIDADE.

16. Beatriz Maria Eckert-Hoff –  GESTÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DE UM REITOR PARA O SÉCULO XXI. SUBTÍTULO DO ARTIGO: INOVAÇÕES.

17. Betina Lopes; Sara Diogo – DESAFIOS INSTITUCIONAIS NA MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DOS PROTOCOLOS DE COOPERAÇÃO ENTRE AS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR NOS PLOP: COOPERAÇÃO PROTOCOLAR ENTRE AS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR NOS PAÍSES DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUESA.

18. Carla Regina Magagnin Roczanski; Pedro Antonio de Melo; Marcus Tomasi – AS UNIVERSIDADES E O ECOSSISTEMA DE INOVAÇÃO NO BRASIL.

19. Carolina Lopes Araújo; Manoel Messias Franklin dos Santos; Ainjalii Barretto de Andrade; Cassio Santana Vieira; Wheslhes Silva Farias – A OUSADIA DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL MATRICIAL E OS DESAFIOS DE GESTÃO DA OFERTA DE DISCIPLINAS E DA ATUAÇÃO DOCENTE: RELATO SOBRE A FACULDADE UNB PLANALTINA DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA.

20. Carolina Schaan Pessano; Claus Dieter Stobäus – COMPETÊNCIAS EMOCIONAIS E O PAPEL DO PROFESSOR ORIENTADOR NO DESENVOLVIMENTO DOS ALUNOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU.

21. Cassio Santana Vieira; Carolina Lopes Araújo; Wheslhes Silva Farias – ANÁLISE DA INTERDISCIPLINARIDADE NA GRADUAÇÃO DA FACULDADE UNB PLANALTINA SUBTÍTULO DO ARTIGO: INDICATIVOS DE EXPERTISE ACADÊMICA E INSUMOS PARA AVALIAÇÃO DOCENTE.

22. Cláudia Tavares do Amaral  – A RELAÇÃO DO ESTUDANTE DE UM CURSO DE LICENCIATURA COM A UNIVERSIDADE POR MEIO DA GESTÃO DO CURSO: REPENSANDO AS PRÁTICAS.

23. Cristiane Pessôa da Cunha Lacaz; Thalita Arthur – APOIO AO DISCENTE NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO SUPERIOR – POSSIBILIDADES E LIMITES.

24. Daniel Mariano Gomes Filho; Cacilda Soares de Andrade; José Ricardo Costa de Mendonça – ESTILOS DE APRENDIZAGEM, PLANEJAMENTO DE CURSOS E QUALIDADE NO ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA: O CASO DE UM CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO BRASIL.

25. Débora de Oliveira Lopes; Luiz de Sousa Junior –  ANÁLISE DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS DO PROGRAMA DE APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO NA UFPB NO ANO DE 2014.

26. Dinair Leal da Hora – GESTÃO DO ENSINO SUPERIOR E QUALIDADE DA FORMAÇÃO: O PRINCÍPIO DA FLEXIBILIZAÇÃO CURRICULAR NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ.

27. Edilan de Sant Ana Quaresma; Carlos Tadeu dos Santos Dias; Pedro Barbetta –  ESCALAS AVALIATIVAS E CLASSIFICATÓRIAS EM EXAMES SELETIVOS: UMA ABORDAGEM UTILIZANDO A TEORIA DA RESPOSTA AO ITEM.

28. Edineide Jezine – POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR E AS CONTRIBUIÇÕES DOS PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PARA A PERMANÊNCIA DE ESTUDANTES COTISTAS.

29. Elisabete Ferreira Esteves Campos; Fabiana Cabrera Silva Santos; Marcelo Furlin – A PEDAGOGIA DE PROJETOS NA UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO: REFLEXÕES NOS PROCESSOS FORMATIVOS COM PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS.

30. Elsa Ferreira – A IMPORTÂNCIA DO ALUNO NA GARANTIA DA QUALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ESTUDO DE CASO.

32. Fabiana Ferreira Silva; Kátia Maria da Cruz Ramos – INFLUÊNCIA DOCENTE NA ORIENTAÇÃO DE ESTUDANTES PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES E INGRESSO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR.

33. Geovana Ferreira Melo; Naiara Sousa Vilela – PROFESSORES PRINCIPIANTES NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: OS DILEMAS DO PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO PROFISSIONAL

34. Geovana Ferreira Melo; Nágilla Regina Saraiva Vieira; Glenda Faria Moreira, Jordana Silva Moreira – PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA: UM CONCEITO EM CONSTRUÇÃO?

35. Gilmar Pereira da Silva; Joelma Morbach – O PLANEJAMENTO E GESTÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO E O POSICIONAMENTO DOCENTE: O CASO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO PARFOR/UFPA: O CASO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO PARFOR/UFPA.

36. Gionara Tauchen; Daniele Simões Borges; Eurico Wongo Gungula; Diéssica Roggia Piexak – DIAGNÓSTICO DAS ATIVIDADES DE INVESTIGAÇÃO NA ATUAÇÃO DOCENTE: ESTRATÉGIAS PARA A GESTÃO DO ENSINO SUPERIOR.

37. Glades Tereza Felix; Alessandra Alfaro Bastos; Isabel Pinho; Júlio César Godoy Bertolin – AVALIAÇÃO E PROJETO PEDAGÓGICO: ALINHAMENTO PARA DEMOCRATIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR VIA PARTICIPAÇÃO.

38. Huarley Pratti Lemke; Mara Cristina Ramos Quartezani; Werley Gomes Facco; Luan Lenke de Paula; Samuel Gonçalves Carmo; Francielle Sesana Zuqui – ANSIEDADE EM VÉSPERAS DE ATIVIDADES AVALIATIVAS: UMA ANÁLISE COM OS ALUNOS SECUNDARISTAS DO IFES CAMPUS SÃO MATEUS.

39. Isabel Alexandra Joaquina Ramos; Maria da Conceição Rego; Patrícia Melo; Maria Raquel Lucas – PERSPETIVAS DA ECONOMIA CIRCULAR NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR EM PORTUGAL.

40. Isabel Romero; Augusto Ezequiel Afonso; Patricia Ortíz – A COMPETÊNCIA COMUNICATIVA DO PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO.

41. Ítalo Brener de Carvalho; Aldair Fernandes da Silva; Ricardo Soares de Melo – O LAZER NA GESTÃO DO APRENDIZADO: CATALIZADOR NA FORMAÇÃO E NA MUDANÇA DE COMPORTAMENTO: EDUCAÇÃO, TRABALHO, LAZER. GESTÃO DO ENSINO E MUDANÇAS DE COMPORTAMENTO.

42. Ítalo Brener de Carvalho; Aldair Fernandes da Silva; Valter Barros dos Santos Filho – INTERFERÊNCIAS NOS INDICADORES DO EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES (ENADE): PRÁTICAS NÃO PREVISTAS NO PROJETO PEDAGÓGICO.

43. Jeferson Luis da Silva Rosa; Maria Francisca do Nascimento Oliveira – GESTÃO UNIVERSITÁRIA PARA A MELHORIA DO ENSINO TECNOLÓGICO E SUA INSERÇÃO COMUNITÁRIA NA ZONA OESTE DO RIO DE JANEIRO.

44. Jocélia Martins Marcelino; Sirlei de Lourdes Lauxen; Elizabeth Fontoura Dorneles; Tiago Anderson Brutti; Fábio Cesar Junges – A INTERNACIONALIZAÇÃO DO CURRICULO PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR.

45. Joelma Morbach; Marcus Bentes de Carvalho Neto – ATIVIDADES DE EXTENSÃO VINCULADAS AS COMPONENTES CURRICULARES: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO PARFOR: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO PARFOR.

46. Jorge dos Anjos Lufiande – ANÁLISE DA SATISFAÇÃO ACADÉMICA E RENDIMENTO ESCOLAR EM ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR – CASO DA UP-QUELIMANE.

47. José Biléu Ventura – SISTEMAS DE CONTROLO INTERNO E INDICADORES DE DESEMPENHO NAS UNIVERSIDADES SUBTÍTULO DO ARTIGO: UM ADITIVO PARA A QUALIDADE NA GOVERNAÇÃO E NA ACCOUNTABILITY.

48. José dos Santos Souza; Célia Cristina Pereira da Silva Veiga – O PROCESSO DE REGULAMENTAÇÃO E FOMENTO DE CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA NO BRASIL.

49. José dos Santos Souza – GESTÃO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA BRASILEIRA.

50. José Florêncio Rodrigues Jùnior; Sonia Carvalho Leme Moura Véras; Jaqueline Fonseca Rodrigues; Tatiana Farias Moreira; Luiz Pasquali; Cristiane Faiad de Moura – O PROFESSOR ENTUSIASMADO: MAPEAMENTO DO CONSTRUTO.

51. José Henrique Arruda Nascimento; Kátia Maria da Cruz Ramos – A AULA NO ENSINO SUPERIOR COMO ESPAÇO PRIVILEGIADO DE FORMAÇÃO DIDÁTICOPEDAGÓGICA: O QUE DIZEM PROFESSORES DO IFPE.

52. José Ricardo Costa de Mendonça; Daniel Mariano Gomes Filho; Fernanda Roda de Souza Araújo Cassundé – O QUE SE TEM DISCUTIDO SOBRE A GESTÃO DO ENSINO SUPERIOR NAS CONFERÊNCIAS E NA REVISTA FORGES.

53. Juliana Rodrigues Ferreira Andrade; Diego Rodrigues da Silva; Kátia Maria da Cruz Ramos – TDICS NA AULA UNIVERSITÁRIA: CONTRIBUTOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM NO ÂMBITO DO CAMPUS RECIFE DA UFPE.

54. Jusciney Carvalho Santana; Edna Cristina do Prado – REFLEXÕES SOBRE EXPERIÊNCIAS DA UFAL EM SEUS PROCESSOS AVALIATIVOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PRESENCIAIS E A DISTÂNCIA.

55. Leonardo Santa Cecília – A GESTÃO DE UM CURSO DE DIREITO NUMA INSTITUIÇÃO PRIVADA DO ESTADO DE GOIÁS: CAMINHOS E DESAFIOS.

56. Lisiê Marlene da Silveira Melo Martins; Lúcia de Araújo Ramos Martins – INCLUSÃO DE ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR E AS POLÍTICAS DE FORMAÇÃO CONTINUADA: DESAFIOS PARA A GESTÃO UNIVERSITÁRIA.

57. Lorena Florêncio; Tamires Maia; Tatiana Mendonça – AVALIAÇÃO DA PARTICIPAÇÃO SOCIAL EM SAÚDE NA ÓTICA DOS ESTUDANTES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DE UMA UNIVERSIDADE FEDERAL NO BRASIL.

58. Luanda Silva de Moraes; Maria Cristina de Assis; Vânia Lúcia Muniz de Pádua –  #UEZOÉPRAMIM: UMA PROPOSTA HUMANÍSTICA PARA A MELHORIA NA QUALIDADE DO AMBIENTE PROFISSIONAL E NA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DIFERENCIADOS.

59. Lucia Diniz; Eva Regina Chagas – MOTIVAÇÃO AFETIVA E EFETIVA: O DIFERENCIAL NA MELHORIA DA QUALIDADE NO ENSINO SUPERIOR.

60. Luciana Toaldo Gentilini Avila; Lourdes Maria Bragagnolo Frison – ESTRATÉGIAS AUTOPREJUDICIAIS PARA APRENDER: UM ESTUDO COM UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS.

61. Luciane Stallivieri; Pedro Antônio de Melo; Susany Perardt; Juliana Pires Schulz; Maria Luísa Machado Cerdeira; João Alfredo dos Reis Peixoto – A MOBILIDADE INTERNACIONAL DE NÃO DOCENTES COMO POLÍTICA ESTRATÉGICA PARA O APRIMORAMENTO DA GESTÃO: UMA EXPERIÊNCIA ENTRE A UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA E A UNIVERSIDADE DE LISBOA.

62. Luis Kamuele; Teresa B. Neto; Maria de Natividade – O PLANO MESTRE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM ANGOLA NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA DO 1.º CICLO Subtítulo do Artigo: UMA REFLEXÃO SOBRE O SEU IMPACTO.

63. Luiz Henrique Dutra do Rosário; Maria Auxiliadora Maués de Lima Araújo – REFLEXÕES A CERCA DA DIDÁTICA NAS LICENCIATURAS: (Des)caminhos da formação docente.

64. Manuel Matos –  SIMPLIFICAÇÃO DE QUESTIONÁRIOS DE MONITORIZAÇÃO PEDAGÓGICA NO ENSINO SUPERIOR ATRAVÉS DE ANÁLISE DE COMPONENTES PRINCIPAIS.

65. Márcia Adriana de Faria Ribeiro; Guilherme Pereira Carvalho; Paula Jucá – LETRAMENTO ACADÊMICO E A EDUCAÇÃO SUPERIOR PARA O SÉCULO XXI SUBTÍTULO DO ARTIGO: DESAFIOS PARA A QUALIDADE DA ESCRITA.

66. Márcia Elisabete Wilke Franco; Paula Ferreira; Araci Silva Ferreira – O ESTÁGIO CURRICULAR DE PSICOLOGIA E SEUS IMPACTOS NA FORMAÇÃO DOS ESTUDANTES E NA INSTITUIÇÃO DE ENSINO: UM ESTUDO DE CASO.

67. Marcia Gallo – ACORDOS E PARCERIAS INTERNACIONAIS EM BUSCA DA QUALIDADE: O CASO DA USCS – UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL.

68. Maria de Lurdes Nogueira Escaleira – PAPEL DA COOPERAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DO ENSINO SUPERIOR POLITÉCNICO EM MACAU.

69. Maria Isabel da Cunha – RESILIÊNCIA E COMPROMISSO: HISTÓRIAS E CONTEXTOS DE DOCENTES UNIVERSITÁRIOS EXPERIENTES.

70. Maria Josevânia Dantas; José Ribeiro de Souza Filho – O QUE MUDA NAS CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DE PROFESSORES NÃO LICENCIADOS APÓS PARTICIPAREM DE CURSO DE LICENCIATURA EM FORMAÇÃO PEDAGÓGICA?

71. Marina Godinho Antunes; Pedro Ribeiro Mucharreira; Maria Rosário Texeira Justino; Joaquin Texeira Quirós – A IMPLEMENTAÇÃO DA TQM NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR PORTUGUESAS – PROPOSTA DE UM MODELO DE INVESTIGAÇÃO.

72. Nádia Marleny Mirrado Pinto; Marisa da Conceição Gomes da Costa Tavares – AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS NO INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO DA HUÍLA: REFLEXÃO SOBRE OS REFERENCIAIS E OS DESVIOS.

73. Natália Ferreira Zanuto; Renata Machado – IMPLEMENTAÇÃO DE MAPAS CONCEITUAIS NO CURSO DE MEDICINA.

74. Paola Matos da Hora – A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DE DIREITO SOBRE A PROVA DO ENADE DE 2015.

75. Paulo Alexandre de Oliveira Duarte; Carolina Isabel Morais de Oliveira Santos; Mário Lino Barata Raposo – O PAPEL DA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL NA AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO COM A FORMAÇÃO ACADÉMICA: A PERSPETIVA DOS ALUMNI.

76. Rangel Domingos; Nilza Costa; Maria Mendes; Diana Oliveira – QUALIFICAÇÃO ACADÉMICA E PROFISSIONAL DOS DOCENTES DO ENSINO SUPERIOR NOS PLANOS DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL EM ANGOLA: PROPOSTA DE UM INSTRUMENTO DE ANÁLISE.

77. Renata Couto Vista; Bárbara da Silva E Souza Lorca; Ana Beatriz Santoro de Carvalho; Carlos Alberto Alves Lemos – UMA PROPOSTA DE INSERÇÃO DE METODOLOGIAS ATIVAS NAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS.

78. Ricardo Soares de Melo; Ítalo Brener de Carvalho; Valter Barros dos Santos Filho – CONSIDERAÇÕES SOBRE AS POLÍTICAS DE INCLUSÃO: PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA UNIVERSIDADE BRASILEIRA.

79. Sheila Rocnieski Maidana; Sirlei de Lourdes Lauxen – BOAS PRATICAS PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DA APRENDIZAGEM NAS INSTITUIÇOES DE ENSINO SUPERIOR.

80. Sheila Rocnieski Maidana; Valéria Jantsch, Leonardo Gaist; Marli Kronbauer; Antonio Escandiel de Souza – DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR: REFLEXÕES DA PRÁTICA DOCENTE NA CONTEMPORANEIDADE.

81. Silene P Lozzi; Julia Lozzi Teixeira – ESTUDANTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA: OS DESAFIOS DA INCLUSÃO E DA DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO À EDUCAÇÃO.

82. Silmere Alves Santos –  MEIO AMBIENTE DE TRABALHO E O CICLO DO ADOECIMENTO DOCENTE O CONTEXTO DA EXPANSÃO PRECARIZADA NAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIRAS.

83. Suzana Gilioli da Costa Nunes, Francisco Porto Junior, Valtuir Soares Filho; Nelson Russo de Moraes – CONHECIMENTO E ORGANIZAÇÃO: INDICATIVOS PÓS-BOLONHA DE UMA SOCIEDADE EM CONSTRUÇÃO.

84. Suzana Gilioli da Costa Nunes, Valtuir Soares Filho, Adriana Malvásio e Fábio de Jesus Castro – FATORES CRÍTICOS DE GESTÃO DO SISTEMA UAB NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS.

85. Suzana Gilioli da Costa Nunes; Valtuir Soares Filho; Adriana Malvásio e Fábio de Jesus Castro – DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PÚBLICAS DO ESTADO DE TOCANTINS.

86. Suzana Medeiros Batista Amorim; Maria Fernanda Caravana de Castro Ricci; Suely Cristina de Souza Fernandes Crahim; Maria Luiza Delgado de Medeiros; Therezinha Coelho de Souza – TEMPOS E ESPAÇOS DE FORMAÇÃO NAS TRAJETÓRIAS SOCIAIS: DA UNIVERSIDADE AS PRÁTICAS DOCENTES. SUBTÍTULO DO ARTIGO: DA UNIVERSIDADE AS PRÁTICAS DOCENTES.

87. Terezinha de Lisieux Quesado Fagundes; Jane Mary de Medeiros Guimarães; Adroaldo de Jesus Belens; Isabela Cardoso de Matos Pinto – CONTRIBUTO PARA A QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR: O PROCESSO DE AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO DE DOCENTES MEDIADORES DE APRENDIZAGEM.

87. Tiago Brutti; Elizabeth Dorneles; Cinara Machado – MITRA DIOCESANA A ORGANIZAÇÃO SOCIAL E A CONSTITUIÇÃO DA RESISTÊNCIA A PARTIR DA AÇÃO DA UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA.

88. Uaiana Prates|Universidade de Lisboa; Jessica Andrade – COMMUNITY OF INQUIRY NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: PERCEPÇÕES E APLICAÇÕES.

89. Vanessa T. Bueno Campos, Geovana Ferreira Melo, Glenda Faria Moreira, Jordana Silva Paulino – POLÍTICA INSTITUCIONAL DE PROFISSIONALIZAÇÃO DOCENTE: FORMAR O PROFESSOR, FORTALECER A PEDAGOGIA UNIVERSITÁRIA.

90. Wheslhes Silva Farias; Carolina Lopes Araújo; Cassio Santana Vieira – DISTRIBUIÇÃO DE ORIENTAÇÕES DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCCS) NOS CURSOS DE PRIMEIRO CICLO INTERDISCIPLINARES: INDICATIVOS DE EXPERTISE ACADÊMICA E INSUMOS PARA AVALIAÇÃO DOCENTE.

91. Wilma Clemente de Lima Pinto; Florêncio Gomes Ramos Filho; Ana Isabel de Carvalho Santana; Nilton Rosembach Júnior – O PROCESSO DE REFORMULAÇÃO DOS CURSOS DE ENGENHARIA DA UEZO: UMA RESPOSTA ÀS DEMANDAS DO MUNDO CONTEMPORÂNEO.

 

EIXO 4 – A Internacionalização e a Cooperação como Factores de Qualidade no Espaço do Ensino Superior de Língua Portuguesa

1. Adriana dos Reis Ferreira; Suelene Vaz da Silva; Ruberley Rodrigues da Silva; Weber Tavares da Silva Junior –  INTERNACIONALIZAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS/BRASIL.

2. Alda Maria Duarte Araújo Castro; Vera Lúcia Jacob Chaves – PÓS-GRADUAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO NO BRASIL: A DINÂMICA DA MOBILIDADE ACADÊMICA.

3. Clotilde Celorico Palma – A INTERNACIONALIZAÇÃO E A COOPERAÇÃO COMO FACTORES DE QUALIDADE NO ESPAÇO DO ENSINO SUPERIOR DE LÍNGUA PORTUGUESA – O CASO DA SUBÁREA DE FISCALIDADE DO ISCAL.

4. Daniele Lopes Oliveira; Maria Zeneide Carneiro Magalhaes de Almeida – DESAFIOS E POSSIBILIDADES DA INTERNACIONALIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO.

5. Filipe José Dias; Luciane Stallivieri – DIMENSÕES PARA ACOMPANHAMENTO DA QUALIDADE DA INTERNACIONALIZAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR.

6. Luís da Fonseca Cadete; Andrewyong Victor de Andrade Inaculo – A IMPORTÂNCIA DA COOPERAÇÃO ENTRE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR POLICIAIS NA REALIZAÇÃO DE PESQUISAS E ESTUDOS CONJUTOS A NÍVEL DA CPLP.

7. Maria Cecília Alves Galvão; Douglas Teixeira Cardelli; Luiz Annuziatta Neto; Robson Cavalcanti – INTERNACIONALIZAÇÃO EM CASA COMO FATOR DE QUALIDADE EDUCATIVA: A EXPERIÊNCIA DA FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI.

8. Sabine Gorovitz; Marcia Niederauer – A DIVERSIDADE LINGUÍSTICA COMO GARANTIA DA INTERNACIONALIZAÇÃO DAS UNIVERSIDADES E DA PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS: POR UMA RESISTÊNCIA AO MONOLINGUISMO DO INGLÊS.

9. Suzana Schwartz; Mauricio Aires Vieira; Flavia Covalesky  – O PROCESSO DE INTERNACIONALIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR NA PERSPECTIVA DA COMPLEXIDADE.

 

 

EIXO 5 – A Qualidade e o Financiamento do Ensino Superior

1. Aline Veiga dos Santos; Vera Lúcia Jacob Chaves – FINANCIAMENTO DO ENSINO SUPERIOR PRIVADO NO BRASIL Subtítulo do Artigo: PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS EM EDUCAÇÃO.

2. Bento Muteka – O FINANCIAMENTO DO ENSINO SUPERIOR EM ANGOLA COMO PROCESSO DE REGULAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO NAS 4 INTITUIÇÕES DO ENSINO.

3. Carlos Manuel Catanha; Alfredo Gabriel Buza; Ivanilson de Jesus Domingos Manuel – FINANCIAMENTO DO ENSINO SUPERIOR EM ANGOLA.

4. Cristiane P. C. Lacaz; Aline Alves Marcheto Quirino – PERCURSOS E PERCALÇOS NA IMPLANTAÇÃO DE POLÍTICAS DE PERMANÊNCIA EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR BRASILEIRA.

5. Cristina Helena Almeida De Carvalho; Wolfgang Lenk; Francieli Tonet Maciel; Fernando Pereira – DESIGUALDADE DE RENDA E O ACESSO À EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA: A COBRANÇA DE MENSALIDADES NAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS É A SOLUÇÃO?

6. Guaracy Silva –  A EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 95 E OS SEVEROS DESINVESTIMENTOS NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA.

7. Ivete Maria Barbosa Madeira Campos; Eduardo Ferreira da Silva Caetano –  A AUTONOMIA DAS IFES E A EC 95/2016 NA EXECUÇÃO DAS RECEITAS PRÓPRIAS: REALIDADES E CONTRADIÇÕES.

8. José Amilton Joaquim; Luísa Cerdeira – TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS DE FINANCIAMENTO DO ENSINO SUPERIOR EM MOÇAMBIQUE.

9. Marildes Queiroz Guedes, Nilza da Silva Martins – QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR E OS IMPERATIVOS DO NOVO REGIME FISCAL.

10. Nataniel da Vera Cruz Gonçalves Araujo; Anderson Fabrício Andrade Brasil; Antonivaldo de Jesus; Cícero da Silva – AS RELAÇÕES ENTRE O PÚBLICO E O PRIVADO NA EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL DE 2006 A 2016.

11. Silene P Lozzi; Mariana Lozzi Teixeira – A OFERTA DE APOIO SOCIAL E BOLSAS AOS ESTUDANTES PODE INFLUENCIAR A SITUAÇÃO DE DESLIGAMENTO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR?

12. Vânia Lúcia Muniz de Pádua; Luanda Silva de Moraes –  A IMPORTÂNCIA DA VALORIZAÇÃO DOS DOCENTES/PESQUISADORES NA QUALIDADE DA FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS.

 

EIXO 6 – A Gestão Estratégica das Instituições de Ensino Superior e a Qualidade

1. Ademir Andrade Bicalho Junior; Jorge Luiz Lordêlo de Sales Ribeiro – OS VALORES ORGANIZACIONAIS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA): VALORES DECLARADOS E VALORES PERCEBIDOS.

2. Ana Maria de Albuquerque Moreira; Danielle Xabregas Pamplona Nogueira; Márcia Lopes Reis – PRÁTICAS DE GESTÃO PARA EQUIDADE E QUALIDADE EM DUAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS: Subtítulo do Artigo: A RELEVÂNCIA DO PROJETO ORACLE.

3. Andrea Felippe Cabello; Denise Imbroisi; Guilherme Viana; Rafael Nunes –  A AMPLIAÇÃO DO ACESSO DE QUALIDADE FRENTE À RESTRIÇÃO DE RECURSOS: O CASO DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA.

4. Aurélio Ferreira Borges; Maria dos Anjos Cunha Silva Borges; Edilberto Fernandes Syryczyk  – GESTÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM ÁREAS DE TRANSIÇÃO RURAL E URBANA DO BRASIL: ESTUDO DE CASO.

5. Carla Martinho – INDICADORES DE QUALIDADE COM BASE NO PERCURSO ACADÉMICO DOS ESTUDANTES (SITUAÇÃO APÓS 4 ANOS DOS ALUNOS INSCRITOS EM LICENCIATURAS DE 3 ANOS).

6. Carla Regina Magagnin Roczanski; Pedro Antonio de Melo; Marcus Tomasi – A GOVERNANÇA PÚBLICA NA GESTÃO UNIVERSITÁRIA NO BRASIL E EM PORTUGAL: EVOLUÇÃO E DESAFIOS.

7. Carlos Lopes da Graça – QUALIDADE EM EDUCAÇÃO SUPERIOR: DA DIVERSIDADE DE CONCEÇÕES A INEXORÁVEL SUBJETIVIDADE CONCEITUAL

8. Celene Fidelis Frias Ferreira; Gisela Marques Pereira Gonçalves – OS DESAFIOS DA COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS PORTUGUESAS NOS PROCESSOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO.

9. Cristiane P. C. Lacaz; Thalita Arthur – APOIO AO DISCENTE NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO SUPERIOR – POSSIBILIDADES E LIMITES.

10. Cristiane Silva França – GESTÃO DEMOCRÁTICA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: UM OLHAR SOBRE AS PRODUÇÕES DA ANPED (2007-2017).

11. Daniel Vazquez; Marineide de Oliveira Gomes – PROJETO ACADÊMICO E GESTÃO DEMOCRÁTICA NO PROCESSO DE CONSOLIDAÇÃO DA UNIFESP/ GUARULHOS.

12. Elizabeth Ludmira Firmino Mualunga; Emídio Jeremias Jossué – A FORMAÇÃO, A INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EM ANGOLA: PRINCIPAIS PRESSUPOSTOS NO PLANO DAS INTENÇÕES DECLARADAS.

13. Emídio Jossué; Elizabeth Lúdmira Firmino Mualunga – A AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOS DOCENTES UNIVERSITÁRIOS ANGOLANOS NAS INSTITUIÇÕES NA BASE DO COACHING DE VALORES.

14. Gionara Tauchen; Daniele Simões Borges; Diéssica Roggia Piexak –  ABORDAGENS EPISTEMOLÓGICAS E DIDÁTICAS DA DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR.

15. Haroldo de Vasconcelos Bentes; Adélia de Moraes Pinto – EXPERIMENTOS CURRICULARES NA INTERSECÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES.

16. Isaias Scalabrin Bianchi; Pedro Antonio de Melo; Alessandra de Linhares Jacobsen – AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO COMO FERRAMENTAS DE SUPORTE NO PROCESSO DE GESTÃO ESTRATÉGICA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR.

17. Ítalo Martins de Oliveira; Débora de Oliveira Lopes –  DESAFIOS A EFETIVAÇÃO DA LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO: TRANSPARÊNCIA ATIVA NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS.

18. Jaime José Zitkoski; Lúcio Jorge Hammes – AS NOVAS UNIVERSIDADES NO CONTEXTO BRASILEIRO: UM ESTUDO DA UNILA.

19. João Mabiala Lussuamo; Xavier Alfredo da Silva Futi – A QUALIDADE ACADÉMICA E RELEVÂNCIA SOCIAL DO ENSINO SUPERIOR EM ANGOLA.

20. José Mário de Lima Freire; Adalberto C. Ribeiro – A MASSIFICAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL E AS DESIGUALDADES REGIONAIS: O ROSTO DOS UNIVERSITÁRIOS DA AMAZÔNIA.

21. Julia Caroline Goulart Blank; Elizabeth Fontoura Dorneles; Antônio Escandiel de Souza – MANUTENÇÃO DA DEMOCRACIA E DA QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR EM UMA SITUAÇÃO DE CRISE: UM ESTUDO NA PERSPECTIVA DA ANÁLISE CRÍTICA DO DISCURSO.

22. Juliana Lando Canga; Alfredo Gabriel Buza – TENDÊNCIAS E ESTRATÉGIAS DE DESENVOLVIMENTO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR EM ANGOLA.

23. Jusciney Carvalho Santana; Márcio Yabe; Edna Cristina do Prado – O PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOASBRASIL SOB O OLHAR DOS SUJEITOS.

24. Lenita Almeida Amaral; Débora Coutinho Paschoal Dourado – A GESTÃO DE PESSOAS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO E O SEU ALINHAMENTO AO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO INSTITUCIONAL: APROXIMAÇÕES E DISTANCIAMENTOS.

25. Luciane Stallivieri; Murilo Silveira Gomes; Lidiane Visintin; Cleverson Tabajara Vianna; Fernando Álvaro Ostuni Gauthier – MELHORIA DA QUALIDADE POR MEIO DA ABORDAGEM DA GESTÃO DO CONHECIMENTO APLICADA À INTERNACIONALIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR.

26. Manuel Matos – PERFIL TÍPICO DE ESCOLHA DE CURSOS NO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR: ESTUDO DE CASO PARA AS ESCOLAS DE ENGENHARIA DA GRANDE LISBOA.

27. Marcos José Zablonsky – PERSPECTIVAS NA EDUCAÇÃO SUPERIOR PÚBLICA NO BRASIL À PARTIR DO NOVO GOVERNO NEOLIBERAL.

28. Maria das Graças Gonçalves Vieira Guerra, Saulo Rodrigo Alves de Souza – AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL: CONTRIBUIÇÕES DA AVALIAÇÃO NO PROCESSO DE MELHORIA DA QUALIDADE NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA-BRASIL.

29. Maria Estela Dal Pai Franco; Sirlei de Lourdes Lauxen – QUESTÕES DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EM CONTEXTOS EMERGENTES: REVISITANDO ESTRATÉGIAS PARA GARANTIA DA QUALIDADE.

30. Nilza Costa; Maria da Conceição Barbosa Mendes; Betina Lopes; Filipe Matias; Teresa Neto – MOTIVAÇÕES DE ESTUDANTES DOS ISCED DE BENGUELA E DA HUÍLA (ANGOLA) PARA A FREQUÊNCIA DE CURSOS DE MESTRADO EM EDUCAÇÃO: IMPLICAÇÕES PARA UMA GESTÃO ESTRATÉGICA DE QUALIDADE DA FORMAÇÃO PÓSGRADUADA.

31. Nobre Roque dos Santos – EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NO DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DE INSERÇÃO DA UNIZAMBEZE.

32. Olga Cecilia Díaz Flórez –  LAS POLÍTICAS SOBRE LA EXTENSIÓN Y LA PROYECCIÓN SOCIAL DE LA UNIVERSIDAD PARA AMÉRICA LATINA (PERÍODO 1990-2010): TRANSFORMACIONES Y PROBLEMÁTICAS.

33. Oziel Duarte Morais; Nélida Maria Lima Brito da Graça Morais –  OS DESAFIOS DA PÓS-GRADUAÇÃO EM CABO VERDE.

34. Paulo Resende da Silva; Fátima Jorge; Margarida Saraiva; Alicia Blaya; Nizar Ayadi – AS PRÁTICAS DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR. UM ESTUDO COMPARATIVO EUROPA-ÁSIA.

35. Rodrigo Teixeira Lourenço – A GOVERNAÇÃO E A DEFINIÇÃO ESTRATÉGICA: DESAFIOS PARA AS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR.

36. Romilson Martins Siqueira – ESCOLA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA PUC GOIÁS: OPÇÃO POLÍTICA E ESTRATÉGICA DE GESTÃO E INOVAÇÃO DA UNIVERSIDADE NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES.

37. Rui Manuel Fialho Franganito – A IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA INTERNO DE GARANTIA DA QUALIDADE NO INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO GREGÓRIO SEMEDO- LUBANGO/NAMIBE.

38. Ruth Da Silva Tavares; Osmery Prado Sosa; Yoandris Espinosa Tellez –  METODOLOGIA PARA O PROCESSO DE AVALIAÇÃO INTEGRADORA NO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTO NO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTO DE ANGOLA.

39. Sanderson Hudson da Silva Malta; Thiago José Galvão das Neves; Bruno Alves de Andrade – COMPRAS SUSTENTÁVEIS: UM ESTUDO SOBRE O DESEMPENHO DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR BRASILEIRA.

40. Sandra Marisa; Nascimento Chimuco; José Augusto Pacheco – A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES EM ANGOLA NO CONTEXTO DA REFORMA EDUCATIVA: UM ESTUDO NO INSTITUTO MÉDIO NORMAL DE EDUCAÇÃO DE BENGUELA /ESCOLA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES.

41. Sandra Valéria Cavacanti; Márcia Cristina Araújo Lustrosa Silva – ACESSO AO ENSINO SUPERIOR COMO PROCESSO FUNDAMENTAL PARA TRANSFORMAÇÃO DA VIDA DO EGRESSO DO ENSINO MÉDIO NO ESTADO DE PERNAMBUCO: ALUNOS EGRESSOS DOS PROGRAMAS PROUPE E PE NO CAMPUS.

42. Teresa Almeida Patatas; Margarida Maria Fernandes Ventura; Carlos Manuel Fernandes Ribeiro – O INSUCESSO ACADÉMICO E A BUSCA DA QUALIDADE: CASO DE DOIS POLITÉCNICOS NO SUL DE ANGOLA.

REITORIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA
Alameda da Universidade
1649-004 Lisboa, Portugal

Contactos do Secretariado Técnico:
tel +351 965 667 213

Endereço de correio eletrónico: 
geral@aforges.org

X